8 de nov de 2007

Volta pra casa, e me trai comigo


Queria me esquecer
Queria, me esquecer
Queria-me, esquecer

Esquecer do que gosto principalmente, do que já gostei viria em segundo lugar.
Não no sentido de pessoas, mas no sentido de esquecer as coisas que já passaram. Queria então, lembrar o nome de todos meus amigos e amigas, saber que os amo, mas sem saber porque os amo dessa forma.
Pela simples questão que é horrível viver mais de saudade do que de esperança. É horrível acordar cada dia e querer ter algo ou uma situação que você não pode mais ter. Querer assistir aquele filme de quando criança e poder aprender tudo novamente.
Descobrir outra vez como é não sentir ciúmes! Principalmente isso.
Eu não suporto meus ciúmes, eu penso em coisas que não me agradam.
Sei que só penso nessas coisas porque eu não tenho muitas coisas importantes pra pensar.
Eu tenho a mente muito desocupada e acabo por ocupá-la de saudade. Queria dar mais sorrisos, não criticar tanto as pessoas e realmente saber aceitar as coisas.
Eu queria tanta coisa.
Mas cheguei à conclusão que eu queria mesmo era esquecer muita coisa.


Queria me esquecer
Queria me, esquecer
Queria-me, esquecer