28 de fev de 2008

Bolha


acredite no homem que brinca com as bolhas mentais
aquele que segue os rumos que as luzes destorcem
acredite que se pode entrar num assunto e sair assaltado
principalmente que existe palavras que não dizem nada
e sentimentos que palavras apenas ousam imitar
acredite em mim e no que escrevo
e também duvide do que escrevo, mas não de mim
..
.
acredite no homem que mental com as bolhas brinca
aquele que segue as luzes que os rumos distorcem
acredite que sair e ser assaltado pode entrar num assunto
.
..
e duvide de si mesmo, mas não no que escreve

27 de fev de 2008

21:30


teve um dia que fez muito sentido
e naquele dia eu me aprontava pra ti
cuidava da barba, retocava a gramática
selecionava poemas e flores brancas
..
.
noites nus, sonhos pobres, sutis
salvava eu, a princesa encantada
o diferente das histórias infantis
não adormecerias, sorri, preto em branco
.
..
hoje não faz mais sentido,
porque quando se sabe explicar não se denomina amor

12 de fev de 2008

Céu


"mas não tampa o fundo negro o tempo todo
nada tampa
e assim continua
mão no queixo
rio abaixo
cabeça, talvez acima"