17 de fev de 2011

Na noite não cessa

Marginais da noite
Seres vermes alados.
bêbados nos carros,
sóbrios apedrejados

Seres que caminham
nos becos das árvores
Se escondem e vingam
sombras que eram do passado

Meninas corrompidas
maridos desesperados
taxistas que levam drogados

Meninos semfamília
pedras e estalos
cigarros e dia roubados

Nenhum comentário:

Postar um comentário