14 de fev de 2011

Sua Sombra

ainda vejo sua sombra,
em luzes que não tem tanto brilho
ainda percebo sua aura
ainda vejo seus rastros
mal percebo que sigo o seu caminho.

nem quando me arrasto
deixo de te ver.
perto do chão vejo mais nítido
o que vejo da sua sombra

Nenhum comentário:

Postar um comentário