12 de ago de 2012

Dia dos pais

Ele iria receber nosso presente?
meu e de minha irmã
Abriria a porta?
Atenderia o telefone?
"será que ele está nos ouvindo?"
Estaria mesmo em casa?

Não sei, mas sabíamos

Não nos deixou saber dele
Ele não suportaria saber
e também não se permitiu

Mais velho, espero o fatal encontro
Esse haveremos de ter
Quem de nós velará o corpo do outro?

Se dane com a sorte a resposta
o dia dos pais é desconforto
habitual

Até quando eu dizer adeus
e será sem resposta
habitual

Jogando terra sobre sua cova
Enquanto hoje à cavo



Pedro Ormuz

Nenhum comentário:

Postar um comentário