14 de ago de 2012

uma porca poesia


Teu gosto é velho conhecido meu
e não me canso, em ti descanso
cada vez que me atrevo, mascando
te acariciando com os dentes meus



Pedro Ormuz

Nenhum comentário:

Postar um comentário