10 de ago de 2012

On The Road

Clique para ouvir
- On the Road -

Cento e vinte por hora num carro apertado
Um baseado rolando, uma garota do lado
Eu desço num posto pra comprar cerveja
Mas não fumo cigarros nem leio a Veja
O pneu tá desgastado, vamos pelo atalho
Uma estrada de chão que corre ao lado
Não é diferente do que a gente faz
Ficar na deriva à procura da paz

O asfalto de fogo e o sol escaldante
Não me fazem parar e nem largar o volante.
No meio da estrada, meu Chevette amarelo
É como um risco de luz, é como ouro em farelo.
Seguimos em frente, rumo ao fim da vida,
Sem saber se a morte é chegada ou saída.
Embrulhe a pança com um saco de pão,
Quem sabe a fome te esquece, mas eu acho que não

Cento e vinte por hora num carro apertado
Um baseado rolando, uma garota do lado
Eu desço num posto pra comprar cerveja
Mas não fumo cigarros nem leio a Veja
Seguimos em frente, rumo ao fim da vida,
Sem saber se a morte é chegada ou saída.
Embrulhe a pança com um saco de pão,
Quem sabe a fome te esquece, mas eu acho que não

Nada se compara a esse vento no pescoço
Nada se compara a esse vento no pescoço
Nada se compara a esse vento no pescoço
Nada se compara a esse vento no pescoço


Letra e Música: Pedro Ormuz e Wilson Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário